Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nossos site. Ao visitar nosso portal, você concorda com esse monitoramento e com nossa Política de Privacidade.
Notícias estaduais

  • Irrigação - Publicada em 30/07/2021

Com crédito e apoio técnico, Estado apoia expansão da irrigação no Noroeste

Secretário da Agricultura e do Abastecimento, Noberto Ortigara, afirmou, em Paranavaí, que a união de empresas do setor, uso qualificado de recursos naturais e apoio do governo podem expandir o uso da irrigação no Paraná. Programa do Estado envolve subvenção para compra de equipamentos.

Leia também:

É possível reduzir gasto de água no Agronegócio com distribuição eficiente

Área irrigada no Brasil cresce 18,96% em 2020

Publicação traz novos dados sobre o total de áreas irrigadas no Brasil



Por: Governo do Estado do Parana
30/07/2021

A união entre empresas do setor do agronegócio, o uso qualificado de recursos naturais e o apoio do Governo do Estado podem expandir o uso da irrigação na agricultura paranaense. A afirmação foi feita pelo secretário estadual da Agricultura e do Abastecimento, Norberto Ortigara, em Paranavaí, nesta terça-feira (13).

“A região Noroeste do Paraná, que tem déficit hídrico, mas excelente potencial agrícola, é uma área prioritária para o desenvolvimento desse sistema”, disse. Ortigara enfatizou que iniciativas do governo estadual, como o programa Banco do Agricultor,e a isenção de ICMS sobre equipamentos de irrigação destinados ao uso na agricultura ou horticultura são estratégias importantes para o fomento da atividade.

Estima-se que o Paraná tenha apenas 1% da produção irrigada. O secretário reforçou que o momento é de marcar a expansão consistente desse modelo e ter mais resultados no campo. A tendência é que a região Noroeste tenha um crescimento expressivo. “Temos uma chance ímpar para aumentar produtividade, mitigar riscos, tudo que o uso qualificado da água permite fazer na agricultura”, afirmou.

O secretário esteve na Total Hidro, uma das principais empresas de irrigação do Estado, que desenvolve e implementa projetos de aspersão, gotejamento e pivô central, com foco no manejo adequado e sustentável da água.

Há otimismo em relação à expansão da agricultura irrigada e também à geração de energia nas propriedades, já que o desenvolvimento rural sustentável faz parte das diretrizes da Secretaria. “O governo tem essa visão e desenvolve iniciativas para incentivar que isso ocorra”, afirmou o secretário.

LINHAS DO PROGRAMA – Uma das linhas oferecidas no programa Banco do Agricultor é para projetos de irrigação, com subvenção para financiamento de até R$ 850 mil. Nesse caso, os agricultores familiares, de forma geral, e os médios e grandes produtores da região do Arenito Caiuá (Noroeste), poderão equalizar até 3% de taxas de juros ao ano. Para médios e grandes produtores até 2%. Podem ser beneficiados projetos para a produção de grãos, pastagens, forragens, mandioca, café, frutícolas, flores e olerícolas.

JORNADA DA IRRIGAÇÃO – De 26 a 30 de julho, acontece a 1ª Jornada da Irrigação do Paraná, uma realização do Sindicato Rural de Paranavaí, da Total Hidro e da Associação de Produtores Irrigantes do Paraná (APIP), com apoio da Secretaria de Estado da Agricultura e do Abastecimento. Na programação do dia 27, às 18h30, está prevista a apresentação do Banco do Agricultor, com transmissão por meio do YouTube e do Instagram. O evento é gratuito e as inscrições podem ser feitas pelo link https://jornada.apip.com.br/. O público-alvo inclui produtores rurais, técnicos agrícolas, agrônomos, estudantes e demais interessados no tema.

Arquivos para download:



Comentários Comente essa notícia