Panorama

  • Cotações e mercado - Publicada em 09/06/2021

Colheita do tomate se intensifica e preços caem com força no atacado

Temperaturas um pouco mais altas na última semana favoreceram a maturação dos tomates

Leia também:

Consumo de ovos deve continuar elevado em 2021

Após 10 meses sucessivos de alta, IPPA/CEPEA cai em dezembro

Preço médio do boi sobe quase 7% em janeiro



Por: CEPEA - Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada Departamento de Economia, Administração e Sociologia ESALQ - Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz USP - Universidade de São Paulo
09/06/2021

Os preços do tomate salada longa vida 3A recuaram nos últimos dias, refletindo a maior entrada do fruto no atacado. Isso porque as temperaturas um pouco mais altas na última semana favoreceram a maturação dos tomates, principalmente nas plantas que estavam com o ciclo atrasado. Além disso, segundo colaboradores do Hortifruti/Cepea, mais lavouras estão começando a ser colhidas, elevando a disponibilidade do fruto. O feriado de Corpus Christi, no dia 3, também limitou a demanda por tomates, pressionando os valores. Assim, entre 31 de maio e 4 de junho, o preço médio do tomate salada longa vida 3A foi de R$ 40,21 na Ceagesp, 34,4% menor que o da semana anterior. Em Campinas (SP), a média foi de R$ 50,33, 27,4% mais baixa. No Rio de Janeiro (RJ), a desvalorização foi de 19,48%, para R$ 46,87, em média, na última semana. E em Belo Horizonte (MG), o preço médio fechou a R$ 37,00, recuo de 21,51%, na mesma comparação. 
Usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nossos site. Ao visitar nosso portal, você concorda com esse monitoramento e com nossa Política de Privacidade.