Panorama

  • Cotações e mercado - Publicada em 04/06/2021

Com baixa oferta, indicador do café arábica sobe quase R$ 100/sc em maio

O impulso veio da expectativa de oferta mais justa tanto no País quanto em outras origens no curto prazo

Leia também:

Consumo de ovos deve continuar elevado em 2021

Após 10 meses sucessivos de alta, IPPA/CEPEA cai em dezembro

Preço médio do boi sobe quase 7% em janeiro



Por: CEPEA - Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada Departamento de Economia, Administração e Sociologia ESALQ - Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz USP - Universidade de São Paulo
04/06/2021

Mesmo com o início da colheita da nova safra no Brasil, os preços do café arábica dispararam em maio. Segundo pesquisadores do Cepea, o impulso veio da expectativa de oferta mais justa tanto no País quanto em outras origens no curto prazo. Além disso, o atual clima desfavorável em lavouras nacionais e problemas logísticos na Colômbia também reforçam o movimento de alta nos preços externos e internos do arábica. Entre 30 de abril e 31 de maio, o Indicador CEPEA/ESALQ do arábica tipo 6, posto na capital paulista, avançou expressivos 94,82 Reais por saca de 60 kg (ou +12,1%), a R$ 877,41/sc no dia 31 – novo recorde nominal da série do Cepea, iniciada em 1996. 
Usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nossos site. Ao visitar nosso portal, você concorda com esse monitoramento e com nossa Política de Privacidade.