Boi Gordo
R$ 250,92
17/09/2020
Soja (sc)
R$ 136,85
17/09/2020
Dolar
R$ 5,2632
18/09/2020
Boa tarde! Hoje é sexta, 18 de setembro de 2020
NOTÍCIAS / Tempo

  • 15/09/2020 Tempo

Ciclone extratropical explosivo

A previsão indica que o ciclone extratropical associado a uma frente fria que atua na Região Sul atinja o nível de ciclone explosivo (ciclone bomba) nas próximas 24 horas.


O Centro de Previsão de Tempo e Estudos Climáticos (CPTEC) do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE) em colaboração com o Instituto Nacional de Meteorologia (INMET), o Centro Nacional de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais (CEMADEN) e a Marinha do Brasil, por meio do Centro de Hidrografia da Marinha (CHM), esclarecem sobre a previsão de formação de um ciclone extratropical explosivo no oceano Atlântico, entre esta segunda-feira (14/09) e terça-feira (15/09).

A ciclogênese recebe a denominação de ciclogênese explosiva ou ciclone do tipo bomba quando um ciclone de tipo extratropical apresenta uma queda de pressão no seu centro maior a 24 hPa em um período de 24 horas. A previsão indica que o ciclone extratropical associado a uma frente fria que atua na Região Sul atinja o nível de ciclone explosivo (ciclone bomba) nas próximas 24 horas.

No entanto, destaca-se que este ciclone atuará sobre o oceano Atlântico, bastante afastado do continente e seus efeitos deverão ser sentidos principalmente em alto-mar (Figura 1).

Ainda, a previsão indica condições para ocorrência de ventos de intensidade moderada a forte no litoral da Região Sul ao longo desta segunda-feira (14/09), com rajadas que podem atingir entre 50 Km/h e 75 Km/h, aproximadamente. Contudo, comparado, por exemplo, ao evento ocorrido entre os dias 30/06 e 01/07/2020, quando o ciclone se intensificou sobre o continente, o ciclone previsto estará bem mais afastado do continente, como pode ser observado na Figura 2.

Considera-se MODERADA a possibilidade de ocorrência de eventos hidrológicos na região dos rios Gravataí e Sinos devido a alguns pontos de inundação em áreas de várzea somados à previsão de chuvas nas próximas 24 horas, associado a frente fria. 

A Marinha do Brasil, por meio do Centro de Hidrografia da Marinha (CHM), participa que os ventos associados à frente fria poderão ocasionar agitação marítima com ondas, em alto-mar, de direção Sudoeste a Sul, com até 4,0 metros de altura, entre os estados do Rio Grande do Sul e de Santa Catarina, ao sul de Laguna, entre a manhã do dia 14 de setembro e a manhã do dia 15 de setembro. Há ainda condições favoráveis à ocorrência de ressaca com ondas de direção Sul a Sudeste, com até 2,5 metros de altura, na faixa litorânea entre os estados do Rio Grande do Sul, ao norte de Torres, e de Santa Catarina, ao sul de São Francisco do Sul, entre a manhã do dia 14 de setembro e a manhã do dia 15 de setembro. 

A Marinha do Brasil mantém todos os avisos de mau tempo em vigor no endereço eletrônico 
https://www.marinha.mil.br/chm/dados-do-smm-avisos-de-mau-tempo/avisos-de-mau-tempo.

Alerta-se aos navegantes que consultem essas informações antes de se fazerem ao mar e solicita-se ampla divulgação às comunidades de pesca e esporte e recreio.

Por: Ministério da Agricultura (MAPA) - Governo Federal


Notícias relacionadas:

Informativo meterológico semanal nº 36 (14/09/2020)

Boletim agroclimatológico mensal - Setembro/2020

Informativo meteorológico semanal Nº 35 (09/09/2020)

Comentários Comente essa notícia

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais sobre o uso de cookies.